Creches belgas reforçam segurança após assassinato de bebês

Bruxelas, 29 jan (EFE).- As creches belgas decidiram implantar um sistema de segurança biométrico após o ataque de semana passada em Dendermonde, no qual foram assassinados dois bebês e uma funcionária.

EFE |

A associação de creches das regiões belgas de Flandres e Bruxelas assinaram um contrato com uma empresa holandesa para que todas as unidades interessadas adotem esta tecnologia, segundo a rádio "RTBF".

Muitas instituições decidiram implantar novas medidas de segurança e o Governo regional flamengo anunciou que irá arcar com as despesas.

No último dia 23, um homem de 20 anos invadiu uma creche da cidade de Dendermonde e esfaqueou dois bebês e uma funcionária do local. Outras 12 pessoas ficaram feridas. EFE rcf/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG