CPI inicia primeiro processo por crimes de guerra

O primeiro processo da Corte Penal Internacional (CPI) teve início nesta segunda-feira em Haia, contra o ex-chefe de milícia congolês Thomas Lubanga, acusado de crimes de guerra por utilizar meninos soldados na República Democrática do Congo (RDC).

AFP |

Thomas Lubanga, 48 anos, é julgado quase sete anos depois da criação da CPI, o primeiro tribunal internacional permanente encarregado de julgar os autores de crimes de guerra, crimes contra a humanidade e genocídios.

Lubanga, levado para Haia em março de 2006, é acusado de ter recrutado meninos menores de 15 anos para combater em sua milícia, a União de Patriotas Congoleses (UPC), na guerra civil em Ituri (leste da RDC), entre setembro de 2002 e agosto de 2003.

Segundo as organizações humanitárias, os conflitos em Ituri entre milícias apoiadas pelas etnias Hema (ligadas à UPC) e Lendu, pelo controle das minas de ouro, provocaram 60.000 mortes e deixaram milhares de deslocados desde 1999.

axr/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG