Costa Rica tem mais de 100 casos confirmados da gripe

San José, 10 jun (EFE).- Os casos confirmados de gripe suína na Costa Rica chegaram hoje a 104, a maioria deles com sintomas leves e sem que haja nenhum doente grave neste momento, informou o Ministério da Saúde deste país.

EFE |

A apuração mais recente do ministério indica que, no total, foram analisados 2,031 mil casos suspeitos, dos quais 1,803 mil foram descartados e 114 amostras estão à espera de resultados de laboratório.

Além dos 104 pacientes com o vírus, estão outros dez considerados como "altamente prováveis", que nas próximas horas podem ser confirmados.

Dados do Ministério da Saúde indicam que 91 pacientes foram menores de 39 anos (87,5% do total), dos quais 22 correspondem a crianças com menos de 10 anos, enquanto só 13 são maiores de 40 anos.

Quase todos os casos foram registrados no centro do país, com exceção de dois registrados na província de Guanacaste.

As autoridades só informam de uma morte por causa da doença: a de um homem de 53 anos que morreu no início de maio e que sofria de graves doenças, como dano em um pulmão e diabetes, que pioraram com a gripe suína.

O Ministério da Saúde mantém a recomendação à população de que intensifique as medidas de prevenção, principalmente lavar as mãos e cobrir a boca ao espirrar ou tossir, o que também ajuda a evitar outras doenças causadas por vírus e bactérias.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE dmm/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG