ABIDJAN (Reuters) - A Costa do Marfim anunciou a escolha de uma nova comissão eleitoral na sexta-feira (horário local), um importante passo para resolver a crise política que provocou dias de violentos protestos de rua no país. A oposição tinha prometido continuar os protestos contra o presidente Laurent Gbagbo até que ele recompusesse a comissão eleitoral que dissolvera, assim como o governo, quase duas semanas atrás.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.