Moscou, 14 jan (EFE).- Os dois cosmonautas russos da Estação Espacial Internacional (ISS), Maxim Suráyev e Oleg Kotov, terminaram hoje uma caminhada que durou quase seis horas, informou o Centro de Controle de Voos Espaciais da Rússia.

Os cosmonautas abriram as escotilhas do módulo de engate "Pirs" às 8h05 (Brasília) e voltaram à plataforma orbital às 13h31, segundo o porta-voz do centro, Valeri Lindin, citado por agências de notícias russas.

"Todos os trabalhos que estavam planejados na caminhada foram realizados com sucesso", afirmou o porta-voz.

O objetivo da caminhada era estender cabos de comunicação entre o módulo de serviço "Zvezda" e o pequeno módulo científico "Poisk", assim como instalar no mesmo alguns equipamentos e antenas do sistema radiotécnico "Kurs".

Isso permitirá que Suráyev desenganche do módulo "Zvezda" a nave "Soyuz TMA-16" e a acople pela primeira vez ao "Poisk", recém-chegado à ISS. Após isso, será possível corrigir a altura da estação com ajuda dos propulsores dessa nave.

Suráyev e Kotov também desmontaram para devolver à Terra um contêiner com microorganismos que permaneceu instalado no exterior do módulo "Pirs" e exposto aos efeitos da radiação solar por mais de 30 meses.

Além dos dois cosmonautas russos, a atual missão permanente na ISS conta com dois astronautas americanos, Jeff Williams e Timothy J. Creamer, e um japonês, Soichi Noguchi. EFE se/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.