Washington, 26 jun (EFE).- A Corte Suprema dos Estados Unidos reconheceu hoje o direito dos americanos de possuir armas de fogo como pistolas e revólveres, ao considerar inconstitucional uma lei de Washington D.

C. que as proibia em sua jurisdição.

A decisão foi muito dividida, 5 a 4, e reacenderá a polêmica que existe neste país a respeito da posse de armas, um direito reconhecido na Segunda Emenda da Constituição. EFE mp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.