Corte Suprema dos EUA estuda caso de negro condenado por morte de policial branco

A Suprema Corte de Justiça dos Estados Unidos ainda não decidiu sobre se ouvirá mais argumentos no caso de um negro americano que teve sua polêmica execução suspensa no último momento - ele havia sido condenado à morte pelo assassinato de um policial branco.

AFP |

O mais alto tribunal do país segue estudando o caso de Troy Davis, de 39 anos, que passou 17 no corredor da morte na Geórgia (sul); sua execução foi suspensa duas horas antes, no final de setembro.

Davis havia sido condenado apesar da ausência de prova material - a arma do crime jamais foi encontrada, assim como pelos exames de DNA; além disso, das nove testemunhas, seis se retrataram.

A defesa solicitou à Corte Suprema uma resposta sobre a constitucionalidade ou não de se executar uma pessoa em meio à nova evidência substancial que comprova que não foi culpada do crime.

lum/rpl/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG