Corte Suprema alemã mantém pedófilo em liberdade

Berlim, 13 jan (EFE).- A Suprema Corte alemã (BGH, na sigla em alemão) decidiu hoje manter em liberdade um pedófilo, apesar de ser considerado perigoso pelos psicólogos, por considerar que já cumpriu pena.

EFE |

O homem, libertado há um ano após cumprir pena por violar e torturar três meninas, vive há um ano em Heinsberg, no estado da Renânia do Norte-Vestfália (oeste da Alemanha), o que provocou há meses protestos diários de vizinhos para reivindicar que seja preso de novo.

A Corte Suprema deu assim a razão à Audiência Provincial de Munique, que em fevereiro do ano passado rejeitou prender novamente o pedófilo.

"A tendência do homem a cometer crimes é tão conhecida como o fato de ter sido classificado como perigoso", indicou a Corte.

No entanto, a sentença opina que uma "nova avaliação dos crimes não justifica" uma nova detenção do homem, submetida à vigilância policial constante.

Já durante o período de reclusão do pedófilo, a Corte Suprema determinou que só poderia voltar a prendê-lo se durante seu período na prisão tivesse havido indícios significativos de que estava disposto a reincidir. EFE nvm/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG