Madri - A Corte Suprema espanhola absolveu hoje quatro dos condenados anteriormente pela Audiência Nacional pelos atentados de 11 de março de 2004 em Madri, e condenou o espanhol Antonio Toro, que tinha sido absolvido pelo tribunal que julgou os ataques nos quais 191 pessoas morreram.

A sentença do alto tribunal, sobre os recursos apresentados contra a decisão da Audiência Nacional, absolve Basel Ghalyoun, Mohammed Almallah Dabas, Abdelilah el-Fadual el-Akil e Raúl González Peña, conehcido como "El Rulo".

Também confirma a absolvição de Rabei Osman el-Sayed, "Mohammed, o Egípcio", do crime de integração em organização terrorista pelo qual já foi condenado na Itália.

O espanhol Antonio Toro foi condenado a quatro anos de prisão por tráfico de explosivos

Leia mais sobre: atentado em Madri

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.