Corte iraniana realiza domingo audiência de acusados em protestos

Teerã, 15 ago (EFE).- O tribunal revolucionário de Teerã fará amanhã a terceira audiência do julgamento de mais de 100 pessoas acusadas de promover e participar dos protestos que começaram após a reeleição do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad.

EFE |

Segundo a agência de notícias "Isna", que cita um comunicado da Corte, na audiência de domingo outros 25 acusados comparecerão.

O julgamento começou em agosto com o comparecimento de antigos responsáveis do Governo, agora militando na oposição, como o ex-vice-presidente reformista Mohammad Ali Abtahi.

Na segunda sessão, realizada na semana passada, prestaram depoimento, entre outros, a francesa Clotilde Reiss, acusada de espionar e instigar as manifestações, e dois empregados locais das embaixadas do Reino Unido e da França acusados de participar dos distúrbios.

Esta semana, fontes judiciais informaram que o julgamento da professora francesa, de 24 anos, já terminou e está à espera de um veredicto.

O julgamento é considerado uma "pantomima" pela oposição, que não aceita os resultados e denuncia abusos contra os detidos nos protestos e dezenas de mortos.

Cerca de 30 pessoas morreram -segundo números oficiais- e aproximadamente quatro mil foram detidas nos distúrbios, dos quais o Irã acusa o Ocidente. EFE msh/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG