Corte Interamericana finaliza XXXIII Período Extraordinário de Sessões

Tegucigalpa, 1 mai (EFE).- A Corte Interamericana de Justiça concluiu hoje em Honduras seu XXXIII Período Extraordinário de Sessões no qual foram apresentados os casos da Argentina, da Colômbia e da Guatemala.

EFE |

Suas sessões em Tegucigalpa - capital hondurenha -, iniciadas na segunda-feira passada, foram finalizadas hoje pela titular da Corte, a chilena Cecilia Medina Quiroga, embora as sessões tenham terminado oficialmente ontem, informou uma fonte oficial.

A Corte Interamericana de Direitos Humanos iniciou seu período de sessões apresentando o caso "Bayarri contra Argentina", enquanto ontem tinham sido "Tiu Tojín contra Guatemala" e o "Escué Zapata contra Colômbia", embora este último estivesse previsto para hoje, segundo a agenda oficial.

O caso contra a Argentina diz respeito à suposta detenção ilegal e arbitrária de Juan Carlos Bayarri, ocorrida no dia 18 de novembro de 1991 em Buenos Aires, assim como sua aparente tortura por agentes policiais e uma prisão preventiva de 13 anos.

Sobre Escué Zapata, foi realizada uma solicitação de interpretação, apresentada pela Colômbia, sobre a sentença emitida em 2007 pelo tribunal internacional contra o Estado colombiano pelo seqüestro e morte do dirigente indígena Germán Escué Zapata, realizado por militares em 1988.

Em nenhum dos casos estava previsto que fosse tomada uma decisão da Corte Interamericana. EFE gr/bm/fb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG