Corte holandesa recusa proibição de filme contra o Alcorão

HAGUE, Holanda - Uma corte holandesa recusou a proibição de um filme criado por um político local e veiculado na internet que tem como tema central uma crítica ao Alcorão.

AP |

Um grupo representante dos muçulmanos holandeses solicitou a proibição do filme "Fitna", do político de direita Geert Wilders, que relaciona ataques terroristas realizados por extremistas muçulmanos a textos do livro sagrado do Islã.

Numa decisão publicada nesta segunda-feira, o juiz civil da corte distrital de Hague disse que o direito de expressão de Wilders permite que ele critique radicais do Islã e passagens do Alcorão.

O caso já é amplamente controverso, pois Wilders publicou o filme na internet um dia antes de advogados da Federação Islâmica Holandesa afirmarem que o projeto deveria ser proibido por insultar os muçulmanos.

Leia mais sobre: alcorão

    Leia tudo sobre: holanda

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG