Corte exige casamento correto antes de conceder divórcio à mulher na Malásia

KUALA LUMPUR, Malásia - Uma corte judicial na Malásia disse ordenou que uma mulher registrasse seu casamento corretamente antes de entrar com o pedido de divórcio, disse seu advogado nessa quinta-feira.

AP |

Uma corte islâmica do Estado de Kelantan recusou o pedido de divórcio de Siti Aishah Chou Abdullah na quarta-feira porque não conseguiu encontrar registros de seu casamento, disse o advogado Mohamad Sibri Ismail.

Siti Aishah, uma cambojana de 24 anos, se casou com o vereador municipal Wan Ismail Wan Jusoh em Kuala Lumpur em 2003, mas a corte alegou que seu certificado de casamento é inválido e possivelmente fraudulento, disse Mohamad Sibri.

Segundo ele, o procedimento é uma formalidade e Siti Aishah, que é a segunda mulher de Wan Ismail, deve entrar com o pedido de divórcio novamente na próxima semana.

Mohamad Sibri afirmou que o relacionamento do casal, que têm dois filhos, começou a se deteriorar quando Wan Ismail decidiu que queria uma terceira mulher.

Homens muçulmanos podem ter quatro esposas na Malásia.

Leia mais sobre: Malásia

    Leia tudo sobre: malásia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG