Uma corte de apelações da Califórnia rejeitou nesta segunda-feira o pedido do cineasta Romain Polanski para que abandone um processo contra ele, de abuso sexual, que data de 1977, e pelo qual está cumprindo prisão domiciliar na Suíça, segundo um documento da justiça.

pb/aic/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.