Corte de apelação suspende libertação de grupo detido em Guantánamo

Washington, 8 out (EFE).- Um tribunal de apelação dos Estados Unidos suspendeu temporariamente a decisão do juiz de distrito Ricardo Urbina, que ordenara a libertação em território americano de 17 muçulmanos da minoria chinesa uigur detidos em Guantánamo.

EFE |

A nova sentença responde a uma moção de urgência apresentada pelo Governo, que pediu a suspensão imediata da ordem para poder preparar um recurso. EFE cai/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG