Corte dá razão a Caroline de Mônaco em processo de invasão de privacidade

Berlim, 14 out (EFE) - A Corte Suprema alemã deu razão, hoje, à princesa Caroline de Mônaco e a seu marido, Ernst-August de Hannover, em seu processo contra a imprensa alemã pela publicação de fotografias privadas do casal, mas ainda não anunciou a sentença.

EFE |

As imagens foram divulgadas acompanhando notícias sobre um problema no pâncreas que o príncipe alemão sofreria.

Com sua decisão de hoje, o tribunal indica que a notícia sobre a doença de um personagem público não justifica a publicação de fotografias de sua vida particular.

A saúde pertence, por princípio, à esfera privada de uma pessoa, afirmou a vice-presidente do Supremo, Gerda Müller, durante a leitura da sentença.

Vários veículos de comunicação alemães publicaram há meses notícias sobre o problema no pâncreas sofrido por Ernst-August de Hannover, que foram ilustradas com fotografias privadas do casal durante suas férias.

Nas palavras de Müller, apenas se justifica a publicação de fotos privadas quando se trata de pessoas relevantes com uma apreciável influência na política ou na economia.

O Supremo alemão disse, no entanto, que Caroline de Mônaco e Ernst-August de Hannover não pertencem a esse grupo.

Por isso, "neste caso prevalece a norma que em questões de saúde, a esfera privada tem prioridade", afirmou a presidente do tribunal.

No texto, faz-se referência à relação entre as doenças do pâncreas e o consumo de álcool.

Os litigantes tinham alegado que se tratava de fotografias que afetam sua vida privada, enquanto a imprensa achava justificada sua reprodução já que foi o próprio Ernst-August de Hannover que, anteriormente, tinha reconhecido sua dependência ao álcool em entrevista.

O caso chegou até o Supremo depois que o Tribunal Constitucional afirmou que a publicação de fotos privadas de personagens públicos é justificada sempre e quando acompanharem informações que sirvam "à formação de opinião sobre questões de interesse geral". EFE ira/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG