Corte chilena condena 3 repressores por desaparecimento em 1973

Santiago do Chile, 5 dez (EFE) - A Corte de Apelações de Temuco, sul do Chile, condenou hoje três antigos repressores a oito anos de prisão, após eles serem considerados os autores do seqüestro qualificado (desaparecimento) do deputado Luis Lobos Barrientos em outubro de 1973, informaram hoje fontes judiciais.

EFE |

O tribunal confirmou por unanimidade a decisão da corte de primeira instância, emitida em 29 de agosto pelo juiz Fernando Carreño contra Gonzalo Arias González, Eduardo Riquelme Olivares e Juan Fritiz Vega.

Lobos Barrientos, que tinha 46 anos quando desapareceu, era, até o golpe de Estado de 11 de setembro de 1973, deputado pelo Partido Radical e antes tinha sido intendente (governador) da província de Cautín, 672 quilômetros ao sul de Santiago.

O parlamentar, que vivia na localidade de Pitrufquén, em Cautín, foi detido em casa em 13 de setembro de 1973 pelos Carabineiros (Polícia militarizada), que o transferiram à capital da província, Temuco, onde ficou recluso no regimento da cidade.

No entanto, o promotor militar Alfonso Podlech, atualmente detido e processado na Itália por violações aos direitos humanos, decidiu contra o parlamentar só prisão domiciliar, situação na qual permaneceu até 5 de outubro, quando novamente foi detido em casa pelos Carabineiros.

Nesta oportunidade foi levado novamente a Temuco e encerrado na prisão por ordem de um dos agora condenados, Gonzalo Arias, que era promotor de Carabineiros.

Em 11 de outubro, foi levado à Promotoria, onde foi informado de que ficaria em liberdade por falta de méritos, mas foi jogado à rua 20 minutos antes do toque de recolher, sem dinheiro, documentos nem objetos pessoais e com a tarefa de percorrer 30 quilômetros até sua casa.

Declarações de testemunhas demonstraram que sua libertação foi uma fraude, pois novamente foi detido e, desta vez, levado a um helicóptero que decolou com destino desconhecido. EFE ns/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG