Corretor é acusado de fingir morte para desviar atenção de fraude nos EUA

Miami, 21 jan (EFE).- Um corretor de bolsa americana foi acusado de derrubar deliberadamente seu pequeno avião para fingir sua morte e evitar, portanto, ser acusado de suposta fraude financeira, segundo documentos judiciais divulgados hoje.

EFE |

As acusações contra Marcus Schrenker, de 38 anos, se apresentaram na terça-feira em um tribunal de Pensacola, no noroeste do estado da Flórida, e um juiz ordenou que permanecesse preso até a próxima audiência, prevista para a próxima semana.

Schrenker, que possuía duas aeronaves, ligou o piloto automático do pequeno avião para que caísse e pulou de paraquedas no estado fronteiriço do Alabama na semana passada, de acordo com o relatório da investigação.

A aeronave caiu perto de uma zona residencial ao norte de Milton, na Flórida, sem causar feridos nem danos materiais.

Antes de saltar, o corretor pediu ajuda por rádio, dizendo que tinha problemas com o parabrisas e que estava sangrando.

As autoridades localizaram o homem um dia depois na Flórida e o levaram a um centro médico de Tallahassee, a capital do estado, com ferimentos nos punhos por uma suposta tentativa de suicídio.

Schrenker também é acusado de fazer uma ligação de emergência falsa.

Em Indiana, a Polícia o procura por supostamente cometer uma fraude financeira, ao enganar pessoas que investiam em firmas de fundos e se apropriar de milhões de dólares, segundo os documentos judiciais. EFE so/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG