Correa volta a criticar Uribe no caso dos computadores das Farc

O presidente do Equador, Rafael Correa, rejeitou nessa quinta-feira que seu colega venezuelano Hugo Chávez seja conflitivo, e acusou Alvaro Uribe de caluniar com o relatório sobre arquivos de um computador das Farc.

AFP |

"Temos que ver mais além das formas que podemos gostar ou não, mas acredito que existam presidentes muito mais conflitivos na região que Hugo Chávez", declarou Correa, antes de participar da V Cúpula da União Européia e América Latina.

O presidente equatoriano, que chegou na noite de quinta-feira a Lima, assegurou que as relações entre países da América Latina "parecem estar se deteriorando por essa atitude do governo da Colômbia de seguir caluniando".

O Equador mantém tensas relações com a Colômbia desde o ataque militar colombiano contra um acampamento das Farc no Equador em 1º de março, que deixou 20 mortos - dentre eles o número dois da guerrilha, Raul Reyes.

Nesse ataque, Bogotá afirma ter apreendido computadores que comprovariam o envolvimento de Caracas e Quito com as guerrilhas.

mis/fb/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG