Correa sobrevoa hidrovia do rio Paraná durante visita à Argentina

Buenos Aires, 13 ago (EFE).- O presidente do Equador, Rafael Correa, começou hoje uma visita privada à Argentina com um sobrevôo pela hidrovia do rio Paraná, que atravessa quatro países no Cone Sul, antes de tomar café da manhã com a presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner.

EFE |

Fontes diplomáticas do Equador disseram à Agência Efe que Correa saiu muito cedo do hotel de Buenos Aires onde está hospedado para fazer o percurso acompanhado do ministro dos Transportes e Obras Públicas equatoriano, Jorge Maroun.

Correa tomará café da manhã com Cristina na residência oficial de Olivos, nos arredores da capital argentina.

Em declarações à agência oficial argentina "Telam", Maroun falou sobre o "grande apoio" que a Argentina dá ao Equador e disse que seu país espera "poder ser assessorado" para a construção de uma hidrovia a partir da experiência do rio Paraná.

"Nós conhecemos a importância da hidrovia para a Argentina e queremos, de alguma maneira com sua experiência, ter o grande êxito que tiveram, e poder ser assessorados com sua ajuda", declarou.

Maroun afirmou que espera ajuda argentina "para construir uma hidrovia no rio Napo, no Equador, para poder sair de Manta e dos portos marítimos até a grande região de Manaus e da Amazônia brasileira, colombiana e peruana".

O ministro destacou que Correa abordará "vários temas das relações bilaterais com a Argentina" em seu café da manhã com Cristina e seu marido, o ex-presidente argentino Néstor Kirchner.

Maroun também afirmou que depois do sobrevôo, parte dos funcionários da comitiva equatoriana terá "uma reunião de trabalho com vários investidores".

Entre eles, o ministro citou projetos de importação de ônibus argentinos, a cooperação técnica no projeto hidrelétrico Coca Codo Sinclair e a assistência em ferrovias.

"Os empresários equatorianos e argentinos podem chegar a entendimentos muito importantes para o desenvolvimento de nossas economias", disse o ministro.

Segundo fontes oficiais argentinas, Correa, que viaja acompanhado de sua mulher, a belga Anne Malherbe, de sua filha Sofía e da ministra de Relações Exteriores equatoriana, María Isabel Salvador, irá amanhã à província de Misiones (nordeste) para visitar as Cataratas do Iguaçu.

Depois, se dirigirá a Assunção para assistir na sexta-feira à posse do presidente eleito do Paraguai, Fernando Lugo, e depois voltará a Quito. EFE cw/wr/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG