Correa quer que em 2 anos Eixo multimodal Manta-Manaus funcione

Quito, 14 mar (EFE).- O presidente equatoriano, Rafael Correa, disse neste sábado que quer que em dois anos esteja pronto e entre em operação o Eixo multimodal Manta-Manaus, que prevê unir os oceanos Pacífico e Atlântico pela Amazônia através de estradas, hidrovias e aeroportos.

EFE |

O projeto de interconexão pretende unir o porto equatoriano de Manta, no Pacífico, com a cidade de Manaus, no coração da Amazônia, que tem saída para o Atlântico.

"Esse projeto avança e esperamos que em um par de anos se transforme em uma artéria fundamental, não só para o Equador, mas para toda a América Latina e alternativa ao Canal do Panamá", destacou Correa em seu habitual relatório semanal.

O presidente equatoriano assegurou que as construções e consertos das estradas avançam, a dragagem do rio Napo, onde será criada uma hidrovia até o Amazonas, assim como o aeroporto e o porto internacional de transferência em Manta.

Correa disse que procura um "parceiro estratégico" para desenvolver o projeto, no qual também estão interessados os Governos do Brasil, Peru, Bolívia e da Venezuela, que pode usar o rio Orinoco para se conectar com o eixo multimodal. EFE fa/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG