Correa pretende conquistar maioria no Legislativo equatoriano

Quito, 26 abr (EFE).- O presidente do Equador, Rafael Correa, disse hoje que pretende ter a maioria das cadeiras da Assembleia Nacional (Parlamento) com um eventual triunfo de seu partido político, Aliança País, nas eleições gerais realizadas hoje no país.

EFE |

Correa declarou ao canal de televisão "UM" que, segundo cálculos de sua legenda, as forças da situação ficariam com 60 cadeiras das 124 da Assembleia Nacional.

Além disso, Correa disse que o Governo contaria com o apoio de vários legisladores de partidos de esquerda afins ao Executivo, garantindo assim a maioria no Legislativo.

Correa é favorito para conquistar a reeleição nas eleições gerais realizadas hoje no Equador. As pesquisas de boca-de-urna indicam que o atual presidente do país conquistará mais um mandato ainda no primeiro turno.

Entretanto, um levantamento do instituto Cedatos diz que o atual Governo conquistará apenas 54 cadeiras do Legislativo equatoriano.

Correa disse que, se essa cifra estiver correta, deve se somar a esse número de cadeiras as eleitas pelos votos no exterior e na província de Galápagos, que corresponde às ilhas de mesmo nome, o que deixaria o Aliança País com 59 lugares. EFE fa/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG