Correa: expulsão de diplomatas americanos não atrapalha relações com Equador

O presidente do Equador, Rafael Correa, afirmou nesta terça-feira que a recente expulsão de dois diplomatas dos Estados Unidos não perturbou as excelentes relações entre os dois países.

AFP |

"Este foi um incidente que, acredito, não atrapalha as excelentes relações que sempre mantivemos", disse Correa à rádio Caravana.

"Com os Estados Unidos, as relações sempre foram excelentes, de muito respeito", acrescentou.

"Mas se um funcionário, pelo delito de nosso país ter mudado o diretor de uma unidade policial, leva computadores com informação confidencial (...), qualquer país soberano expulsaria um homem assim", argumentou Correa.

A expulsão aconteceu "para que ele aprenda a respeitar nosso país", apontou.

Em fevereiro, Correa expulsou do Equador dois diplomatas americanos que - segundo acusa Quito - se intrometeram em assuntos internos.

SP/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG