enganado sobre as Farc no Equador, segundo ex-chefe militar - Mundo - iG" /

Correa está enganado sobre as Farc no Equador, segundo ex-chefe militar

Bogotá, 12 jul (EFE).- O presidente do Equador, Rafael Correa, está enganado e desinformado sobre a magnitude da presença das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em seu país, segundo o coronel Mario Pazmiño, ex-chefe de inteligência do Exército equatoriano.

EFE |

"Eu acho que o presidente está enganado. Disse isso a ele muitas vezes", afirmou Pazmiño em uma entrevista publicada na última edição da revista colombiana "Semana".

Segundo Pazmiño, na entrevista, do ano 2000 a 2008, "cerca de 130 ou 140 acampamentos das Farc" foram encontrados e destruídos no Equador.

Sobre Ignacio Chauvín, ex-subsecretário do Ministério de Governo do Equador, investigado por supostos vínculos com as Farc, Pazmiño disse que ele avisou a guerrilha sobre o bombardeio ao acampamento do Equandor.

Chauvín negou o suposto vínculo com as Farc, mas admitiu que conversou com chefes guerrilheiros sobre uma estratégia internacional para conseguir uma troca de reféns do grupo por rebeldes presos na Colômbia.

"Eu acho que Chauvín pode ter se reunido diretamente com 'Raúl Reyes' no acampamento de Angostura, pouco antes do bombardeio", afirma Pazmiño.

Além disso, Pazmiño se refere na entrevista aos supostos vínculos das Farc com a Associação Latino-Americana de Direitos Humanos (Aldhu) e a Brigada Simón Bolívar.

Membros da Aldhu ajudam colombianos que vivem na fronteira e que colaboram com as Farc a obter cidadania equatoriana para que possam se movimentar "daqui para lá sem problemas", denunciou Pazmiño. EFE mb/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG