Correa e Chávez pedem que Banco do Sul seja afiançado

Quito, 24 mai (EFE).- Os presidentes do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Hugo Chávez, que se reuniram em Quito, solicitaram a seus parceiros sul-americanos para afiançar o Banco do Sul e o Sistema Único de Compensação Regional (Sucre), como mecanismos para fortalecer a integração regional.

EFE |

No meio do encontro, que termina hoje, ambos os governantes deram uma entrevista coletiva na qual se referiram aos benefícios da integração.

Chávez lembrou que o Banco do Sul e o Sucre são dois dos instrumentos que vários países latino-americanos testaram para criar um espaço econômico comum.

O governante venezuelano disse que no marco do Sucre, seu país e o Equador assinaram hoje um mecanismo de compensação, que se inscreve no que denominou "a nova arquitetura financeira regional".

Além disso, lembrou que a Venezuela, com uma contribuição de US$ 50 milhões e Equador, com US$ 20 milhões, criaram "um fundo binacional para o desenvolvimento", que procura encorajar os pequenos e médios setores produtivos. EFE fa/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG