Correa afirma que países da região não reconhecerão autonomia de Santa Cruz

O presidente do Equador, Rafael Correa, alertou neste sábado que vários países da região não reconhecerão a eventual autonomia do departamento boliviano de Santa Cruz, e denunciou que esta intenção separatista está sendo apoiada pelas elites equatorianas e venezuelanas.

AFP |

"São intenções separatistas absolutamente ilegais. Os países da região - e eu falei com vários presidentes - não vão permitir esse tipo de ação", afirmou Correa, sem citar nenhum país em particular.

O presidente equatoriano expressou sua solidariedade ao boliviano Evo Morales, um dia antes do referendo para aprovar o estatuto de autonomia convocado por Santa Cruz, e alertou os governos da região sobre uma ação orquestrada para desestabilizar a Bolívia com esse tipo de consulta popular.

"O que está acontecendo na Bolívia não é uma ação isolada, tem o apoio de países estrangeiros, que querem desestabilizar a região, e das elites separatistas de Guayaquil e Zulia, na Venezuela", apontou Correa em seu programa semanal de rádio.

vel/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG