em perigo - Mundo - iG" /

Correa acusa imprensa e igreja de pôr democracia em perigo

Quito, 19 fev (EFE).- O presidente equatoriano, Rafael Correa, acusou hoje imprensa e igreja de colocarem em perigo a democracia de seu país e de querem impedir as eleições gerais de 26 de abril, durante seu discurso de abertura do Fórum de Presidentes de Poderes Legislativos da América Latina.

EFE |

Em declarações transmitidas pelo canal de TV "Ecuavisa", Correa disse aos presentes na reunião, em Cuenca, cidade do sul do país, que seu Governo "é um projeto jovem que luta contra os 'poderes monopolistas' que não querem renunciar a seus 'abusos' e 'privilégios'".

"Entre esses grupos estão os poderes de noticiários, os poderes sociais e inclusive, os poderes religiosos. Os fervorosos seguidores de interesses apátridas começaram a mexer uma máquina midiática que gera escândalo e espetáculos", acusou.

Correa referia-se ao caso de Ignacio Chauvín, que trabalhou em seu Governo, no Ministério do Interior, e é acusado de envolvimento com uma rede de traficantes ligados às Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

"A imprensa tenta vincular o Governo à guerrilha colombiana e ao narcotráfico", reclamou Correa. EFE ic/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG