MUMBAI (Reuters) - Os corpos de nove dos 10 atiradores paquistaneses envolvidos nos ataques de 2008 em Mumbai, na Índia, foram enterrados em um local secreto em janeiro, informou uma autoridade do governo nesta terça-feira. Os corpos, já em estado de decomposição, estavam abandonados no necrotério do hospital de Mumbai depois que clérigos muçulmanos da cidade se recusaram a deixar que fossem enterrados em seu território.

O ministro do Interior do estado de Maharashtra, R.R. Patil, disse à assembleia estadual nesta terça-feira que os corpos foram enterrados secretamente em janeiro.

O julgamento do único suspeito sobrevivente entre os atiradores paquistaneses terminou na semana passada em Mumbai. O veredicto deve ser anunciado em dia 3 de maio.

O tumulto no centro financeiro da Índia matou 166 pessoas e interrompeu as tentativas de diálogo entre Índia e Paquistão.

(Reportagem de Rina Chandran)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.