Corpos de 18 pessoas são encontrados em fossas clandestinas no México

Segundo investigadores, corpos teriam sido enterrados há um ano

EFE |

Ciudad Juárez  - Pelo menos 18 corpos foram encontrados nesta segunda-feira em 11 fossas clandestinas de um sítio do povoado de Palomas, na fronteira com a cidade americana de Columbus, informou a Promotoria do estado de Chihuahua (México). Dos corpos, que os investigadores acreditam que foram enterrados há cerca de um ano, 17 são de homens, e um de uma mulher.

"A descoberta aconteceu depois da detenção de cinco pessoas na sexta-feira passada, que estavam com mais de 176 quilos de maconha, uma granada de fragmentação e outras armas. Com o andamento das investigações, soubemos dos corpos", disse à Agência Efe Carlos González, porta-voz da Promotoria.

As escavações começaram no último sábado no rancho localizado a oito quilômetros ao sul da cidade de Palomas, que pertence ao estado de Chihuahua. De acordo os legistas, ainda são desconhecidas as causas das mortes. As cinco prisões foram efetuadas após uma denúncia anônima ao Exército mexicano, advertindo que um grupo de homens estavam levando um carregamento de drogas em vários veículos.

    Leia tudo sobre: méxicoonda de violênciacrime organizadomorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG