Corpo de chefão mexicano "Nacho Coronel" é reinvidicado pela família

Narcotraficantes foram mortos pelo exército mexicano

EFE |

Guadalajara - Os corpos do chefão mexicano do tráfico "Nacho Coronel" e de seu sobrinho, Mario Carrasco Coronel, conhecido como "El Gallo", foram reivindicados neste domingo às autoridades por uma pessoa que disse ser sua irmã, informaram fontes oficiais.

Por volta das 16h do domingo (horário local, 18h em Brasília), a mulher foi com seu advogado ao Serviço Médico Legista da cidade de Guadalajara (oeste do México), onde estavam os corpos. Ambos os narcotraficantes foram mortos por militares na semana passada em operações para capturá-los, em suas respectivas residências na cidade.

A suposta irmã de Coronel apresentou os documentos que a credenciavam como familiar e prestou sua declaração à Polícia. Enquanto isso, dois carros fúnebres chegaram até o local e permaneceram à espera para recolher os corpos.

    Leia tudo sobre: iGméxicotráfico

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG