Coronel e motorista morrem em duplo atentado à bomba na Argélia

Argel, 16 ago (EFE).- O coronel-chefe de operações do Exército argelino na província de Jijel, no leste do país, morreu junto com seu motorista em um duplo atentado à bomba que deixou outros dois militares feridos, informaram hoje fontes das forças de segurança.

EFE |

O duplo atentado aconteceu quinta-feira, na região de Adjarda, 35 quilômetros a sudeste da cidade de Jijel.

O veículo no qual viajava o coronel Yemni Abdelkader foi atingido pela explosão de uma bomba acionada à distância. Na hora do ataquem o oficial se dirigia para o local onde, duas horas antes, um militar habia ficado ferido na explosão de uma outra bomba perto de um posto de controle do Exército.

O coronel e seu motorista morreram na hora, enquanto um oficial de comunicações que viajava no mesmo veículo ficou gravemente ferido e foi levado para o hospital da cidade de Ain Naadja.

A província de Jijel, vizinha à região da Cabília, tem se transformado nos últimos anos em palco de vários atentados de grupos terroristas, que aproveitam a mata fechada para fugir da perseguição das forças de segurança.

Por outro lado, o jornal "El Khabar" informou hoje que um soldado e um guarda comunal morreram quinta-feira em dois atentados na província de Bouira, também no leste do país.

O soldado morreu depois da explosão da bomba durante a passagem de uma patrulha do Exército perto de um posto de controle militar na região de Zbarboura, próxima à cidade de Lakhdaria.

O guarda comunal foi encontrado morto em Tizi Djaaboud, perto do quartel onde trabalhava, a quatro quilômetros da cidade de Bouira.

EFE jg/wr/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG