Bagdá, 9 set (EFE).- Uma bomba matou hoje um coronel do Exército iraquiano, o segundo militar desta categoria a morrer em 24 horas, na cidade de Mossul, 400 quilômetros ao norte de Bagdá, informaram fontes policiais.

O coronel da 2ª Divisão do Exército iraquiano Khasim Mahmoud al-Hamadini morreu devido à explosão da carga que foi colocada em seu veículo. A explosão feriu também dois civis, segundo as fontes.

As mesmas fontes acrescentaram que 12 pessoas ficaram feridas em uma série de explosões e ataques cometidos na província de Diyala, ao nordeste de Bagdá.

Em outro incidente, dois membros de uma mesma família morreram durante uma operação de busca lançada por tropas do Exército em Zafaraniya, 30 quilômetros ao sul de Bagdá.

Além disso, a explosão de uma bomba na passagem de uma patrulha policial no oeste de Bagdá causou a morte de um policial e feriu outras duas pessoas.

Em um atentado semelhante, um policial e dois civis ficaram feridos devido à explosão de uma bomba colocada na estrada em Bab al-Cham, no nordeste de Bagdá.

Desde 19 de agosto, quando uma série de atentados causou a morte de 87 pessoas e deixou centenas de feridos em Bagdá, os postos de controle do Exército e da Polícia iraquiana foram reforçados para tentar evitar novos incidentes. EFE am-nq-mv/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.