Coreias trocam tiros perto da fronteira marítima

A Coreia do Norte e a Coreia do Sul trocaram disparos de artilharia perto da fronteira marítima entre os dois países na manhã desta quarta-feira. Os disparos da Coreia do Norte foram feitos em direção ao mar, perto da ilha de Baengnyeong, na costa da Coreia do Sul, de acordo com a agência de notícias sul-coreana Yonhap.

BBC Brasil |

De acordo com o correspondente da BBC em Seul, John Sudworth, autoridades sul-coreanas informaram que as baterias terrestres da Coreia do Norte abriram fogo logo depois das 9h da manhã, com 30 disparos de artilharia perto da fronteira marítima.

A reação da Coreia do Sul foram cem disparos de advertência vindos de suas posições costeiras. Nenhum dos dois lados atingiu alvos.

Pyongyang afirma que os disparos fazem parte de um exercício militar anual e vão continuar. Na terça-feira, o governo norte-coreano já tinha determinado que as águas perto de sua costa estavam fechadas para navegação.

Já as autoridades sul-coreanas informaram que os disparos não causaram mortes ou feridos e acrescentaram que seus militares dispararam de volta imediatamente.

Tensão
A fronteira marítima do oeste tem sido motivo de tensão entre as duas Coreias. Na última década, três incidentes semelhantes ao desta quarta-feira ocorreram na fronteira entre os dois países.

No incidente mais recente, em novembro de 2009, as Marinhas das duas Coreias tiveram uma curta batalha, que deixou um marinheiro norte-coreano morto e outros três feridos.

De acordo com o correspondente John Sudworth, os disparos da manhã desta quarta-feira estão sendo interpretados como mais uma tentativa da Coreia do Norte de aumentar a tensão e a instabilidade na região para que os norte-coreanos consigam concessões diplomáticas.

A Coreia do Sul reconhece a linha de fronteira estabelecida unilateralmente pelo comando conjunto dos Estados Unidos e das Nações Unidas em 1953, após o fim dos combates na Guerra da Coreia, mas que nunca foi aceita pela Coreia do Norte.

Em 1999, um navio da Coreia do Norte foi afundado e várias embarcações de ambos os países foram danificadas durante uma troca de tiros na fronteira.

Em 2002, quatro marinheiros sul-coreanos e cerca de 30 norte-coreanos foram mortos em uma batalha de 20 minutos na região.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG