Coreias têm rara conversa em momento tenso na região

Por Lee Jae-won PAJU, Coreia do Sul (Reuters) - As rivais políticas Coreia do Norte e do Sul tiveram nesta terça-feira breves conversas em meio a uma iniciativa de potências globais tentando impedir que Pyongyang reative sua unidade para fabricação de armas nucleares.

Reuters |

Não houve detalhes imediatos das conversas sobre as operações de um parque industrial na cidade norte-coreana de Kaesong, na fronteira com o país vizinho. A reunião foi atrasada por quase 12 horas devido a uma disputa sobre o local e o formato do projeto, disseram autoridades governamentais.

Qualquer problema pode ser mais um revés em meio à crescente frustração de potências regionais com a Coreia do Norte, que desafiou a do Sul, o Japão e os Estados Unidos no início deste mês ao lançar um foguete, em ato que foi visto como um teste mascarado de um míssil de longa distância.

O parque de Kaesong, onde empresas da Coreia do Sul usam mão-de-obra barata e custos baixos do Norte para fabricar bens, já foi saudado como um modelo de cooperação econômica, mas agora tem sido cada vez mais um foco de tensão.

Seul afirmou que sua maior prioridade nas conversas de terça-feira era ganhar a libertação de um trabalhador sul-coreano detido por quase um mês em Kaesong pela Coreia do Norte, suspeito de ter criticado o sistema comunista norte-coreano.

A Coreia do Norte, enfurecida pela decisão do presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, após ter assumido o cargo há um ano, de cortar uma constante ajuda ao seu vizinho pobre, atrapalhou o trabalho no enclave fabril para colocar pressão e fazer Seul derrubar sua postura linha dura.

Apesar das medidas do Norte, o número de empresas em Kaesong continua crescendo, devido aos baixos custos do local, e chegou a 93 no fim de fevereiro, empregando quase 39 mil trabalhadores norte-coreanos.

As conversas entre uma delegação sul-coreana de nove membros e delegados norte-coreanos, no parque industrial, duraram menos de meia hora, disse à Reuters uma autoridade governamental.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG