Coreia do Sul vacinará todo seu Exército contra a gripe

Seul, 3 ago (EFE).- O Governo da Coreia do Sul começará a partir de novembro a vacinar todo seu Exército, que conta com 655 mil soldados, contra a gripe suína, informou hoje a agência sul-coreana de notícias Yonhap.

EFE |

Segundo o Ministério da Defesa, a vacinação se iniciará no final de novembro e custará ao Estado perto de 9,2 bilhões de wons (5,2 milhões de euros), um orçamento do que já dispõe.

As autoridades decidiram levar a cabo esta medida depois que 81 soldados sul-coreanos foram infectados por este vírus desde que se detectou o primeiro caso da gripe na Coreia do Sul, em abril passado.

Um oficial do Ministério da Defesa sul-coreano disse que 56 soldados tiveram alta após haver-se recuperado do vírus, enquanto outros 25 permanecem isolados e em tratamento em hospitais militares.

O oficial ressaltou a necessidade de vacinar todos os militares visto que se prevê que o número de infecções no Exército aumentará com a chegada do outono (hemisfério norte).

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ce/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG