Coreia do Sul troca ministro para enfrentar crise

Seul, 19 jan (EFE).- O presidente sul-coreano, Lee Myung-Bak, reestruturou hoje seu Governo e nomeou um novo ministro das Finanças a fim de estabilizar a economia do país, que vive seu maior crise em uma década.

EFE |

Yoon Jeung-Hyun, de 62 anos, foi nomeado novo ministro de Finanças, no lugar de Kang Man-Soo, muito criticado por sua gestão durante a crise.

O até hoje ministro das Finanças foi o centro das críticas ao Governo, devido à perda de confiança dos investidores e pela desvalorização da moeda.

No meio de crise financeira global Kang promoveu uma política de desvalorização da moeda sul-coreana, o won, para promover as exportações do país.

Entretanto, esta política afundou a moeda local, que sofreu, no ano passado, sua maior queda em 11 anos, apesar dos US$ 10 bilhões que o Governo injetou, na busca de uma maior estabilidade cambial, além de um aumento da inflação.

Além de melhorar o mercado de divisas, a tarefa mais urgente da nova equipe econômica é gerar emprego e acelerar a reestruturação das empresas, depois de a produção industrial coreana registrar, em novembro, sua maior queda em mais de duas décadas. EFE ce/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG