Seul, 1 mai (EFE).- Seul informou hoje que dois sul-coreanos estão com suspeita de gripe suína e não viajaram para qualquer um dos países onde há casos da doença, o que poderia ser o primeiro contágio de pessoa a pessoa na Coreia do Sul.

Segundo a agência local "Yonhap", o Centro de Controle e Prevenção de Doenças da Coreia do Sul disse que um destes dois novos casos é uma mulher de 44 anos que convive com a primeira pessoa no país com suspeita de gripe aviária, uma mulher de 51 anos que tinha viajado para o México.

O outro dos novos casos "prováveis" é de um homem de 57 anos que não tem relação com os outros doentes nem viajou recentemente a nenhum dos países com casos confirmados da nova gripe.

O Centro de Controle de Doenças sul-coreano está analisando 21 casos suspeitos de gripe aviária, dos quais três foram classificados como "prováveis".

A Coreia do Sul intensificou suas medidas de precaução restringindo os voos com destino ao México. EFE ce/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.