Coréia do Sul detectou 74 possíveis terroristas islâmicos desde 2003

Seul, 21 set (EFE).- Um total de 74 supostos terroristas islâmicos foram localizados desde 2003 na Coréia do Sul, segundo um documento confidencial do Serviço Nacional de Inteligência informado hoje pela agência Yonhap.

EFE |

O relatório, dado a conhecer hoje pelo Parlamento, indica que 74 suspeitos de terrorismo, alguns deles ligados à organização Al Qaeda, foram expulsos ou detidos em 19 ocasiões durante os últimos 5 anos.

Esses supostos militantes foram relacionados com delitos como a organização de possíveis atentados, coleta de informação sobre a presença americana na Coréia do Sul ou atos de lavagem de dinheiro, de acordo com o documento.

Em outubro de 2004, 8 supostos militantes de uma organização islâmica do Sudeste asiático foram expulsos da Coréia do Sul após serem relacionados a uma trama para atentar contra uma embaixada estrangeira em Seul.

Esta é a primeira vez que o Serviço Nacional de Inteligência divulga informação sobre possíveis terroristas estrangeiros na Coréia do Sul, um país que se considera livre do terrorismo islâmico. EFE ce-psh/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG