Coréia do Sul corta juros; bolsas asiáticas reduzem perdas

Os negócios nas bolsas de valores da Ásia registraram resultados mistos nesta sexta-feira, com o índice Kospi, da Coréia do Sul, fechando em alta depois de uma redução na taxa de juros do país, e o índice Nikkei, do Japão, fechando em queda. O banco central da Coréia do Sul reduziu as taxas de juros para 4%, o terceiro corte em um mês, o que fez com que o índice Kospi fechasse em alta de 3,9%.

BBC Brasil |

O índice Hang Seng, de Hong Kong, também fechou em alta de 1,3%.

Já o índice japonês Nikkei fechou em baixa de 3,6%, depois de chegar a uma queda de 7% durante o pregão.

As ações da Toyota caíram 9,2%, em reação ao anúncio de que a empresa estava reduzindo suas previsões de lucro.

As ações européias abriram em alta de cerca de 1% nesta sexta-feira depois de uma queda acentuada na quinta-fera em meio a temores de uma recessão global.

As quedas foram registradas apesar dos cortes na taxa de juros anunciados pelo Banco da Inglaterra, pelo banco central britânico e pelo Banco Central Europeu (ECB).

O Banco da Inglaterra reduziu a taxa de 4,5% para 3%, um corte bem maior do que se esperava, enquanto o ECB reduziu a taxa na zona do euro de 3,75% para 3,25%.

Também na quinta-feira, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu sua previsão de crescimento para a economia global, afirmando que as economias desenvolvidas como um todo irão encolher 0,3% em 2009 - depois de ter previsto um crescimento de 0,5% há menos de um mês.

O FMI também reduziu sua previsão de crescimento para a economia global para 2009 de 3% para 2,2%.

As bolsas dos Estados Unidos também fecharam em queda na quinta-feira.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG