Coréia do Sul anuncia pacote de socorro bilionário

Neste domingo, foi a vez do governo da Coréia do Sul anunciar um pacote bilionário de socorro ao sistema bancário para acalmar os mercados e incentivar a economia. O governo sul-coreano vai injetar US$ 30 bilhões em bancos comerciais, além de garantir US$ 100 bilhões em empréstimos externos das instituições - em uma tentativa de reduzir os efeitos da crise mundial de crédito que abalou profundamente o país asiático.

BBC Brasil |

Medidas semelhantes já foram anunciadas por vários países da Ásia e da Europa, entre eles a Grã-Bretanha e a Alemanha e a Islândia.

A Coréia do Sul vinha enfrentando dificuldades para conseguir empréstimos do exterior, e a escassez de dólares no mercado derrubou o câmbio do país, dificultando ainda mais o acesso de pessoas físicas e jurídicas a crédito.

Economia real
O won su-coreano perdeu quase 30% do seu valor diante do dólar neste ano, o que deixou o desempenho econômico do país na última colocação entre os asiáticos.

No entanto, o governo sul-coreano afirma que a economia real continua saudável, apesar da crise de crédito, e tem mais de US$ 200 bilhões em reservas para dar lastro às medidas anunciadas neste domingo.

A Coréia do Sul é a terceira maior economia asiática e a 13ª do planeta e se baseia em exportações, principalmente nos ramos automobilístico, de construção naval e de eletrônicos.

A Coréia vai injetar ainda US$ 750 milhões no Banco Industrial da Coréia, para aumentar a oferta de crédito a pequenas empresas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG