Coréia do Norte vai fechar fronteira terrestre com o Sul

A Coréia do Norte anunciou nesta quarta-feira que vai fechar sua fronteira terrestre com a Coréia do Sul a partir de 1º de dezembro. O anúncio foi feito pela agência oficial norte-coreana KCNA.

BBC Brasil |

Segundo a agência, o exército norte-coreano afirmou que irá "restringir e cortar todas as passagens pela Linha de Demarcação Militar".

A decisão foi tomada depois do que Pyongyang classificou como "confrontação irresponsável" por parte da Coréia do Sul.

"As autoridades da Coréia do Sul não devem nunca se esquecer de que as atuais relações entre as duas Coréias estão em uma encruzilhada e podem ser cortadas".

Oficiais da Coréia do Sul afirmaram que vão checar o anúncio desta quarta-feira, que é seguido de meses de relações frias entre os dois países.

Complexo industrial
O fechamento da fronteira pode comprometer as operações da zona industrial de Kaesong, administrada pelos dois países e situada no lado norte da fronteira.

Cerca de 30 mil norte-coreanos trabalham para companhias sul-coreanas no complexo industrial.

As relações entre os dois países estão tensas desde fevereiro, quando o presidente conservador Lee Myung-bak tomou posse em Seul, prometendo ser mais duro com o programa nuclear de Pyongyang.

No mês passado, a Coréia do Norte ameaçou atacar a Coréia do Sul caso o país não impedisse que ativistas enviassem panfletos com propaganda fixados em balões de hélio para o país comunista.

O aumento das tensões coincide com especulações de que o líder norte-coreano, Kim Jong-il, teria sofrido um sério derrame, o que é negado pelo país comunista.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG