SEUL (Reuters) - A Coréia do Norte testou uma nova ignição para motores de seus mísseis de longo alcance em uma nova base de lançamentos que está sendo construída perto da costa oeste do país, informou um jornal sul-coreano na terça-feira, citando uma fonte de inteligência. Na semana passada, houve especulações de que o país estaria perto de concluir as obras da nova base de lançamentos, de onde os mísseis poderiam atingir toda a Coréia do Sul e grande parte do Japão.

'O teste deste ano da combustão de um motor de foguete da Coréia do Norte para um míssil de longo alcance na base de Tongchang-ri foi capturada pelo satélite de reconhecimento dos EUA KH-12', disse a fonte de inteligência ao jornal Chosun Ilbo.

'A base de testes de Tongchang-ri está em construção há vários anos, e o local de teste de motores já está em operação,' acrescentou a fonte.

O Ministério de Defesa e a agência de inteligência da Coréia do Sul ainda não se manifestaram.

A Coréia do Norte, cujo líder Kim Jong-il teria sofrido um derrame na semana passada, segundo reportagens, está concluindo as obras de uma nova base de mísseis a cerca de 50 quilômetros da fronteira com a China, disse o ministro sul-coreano da Defesa na semana passada.

Esse local poderia ser usado para testar os mísseis de longo alcance Taepodong-2. A nova base é maior e mais sofisticada que a anterior, segundo relato de analistas nesta semana à CNN.

O último teste norte-coreano do míssil Taepodong-2, ainda em desenvolvimento e que teria alcance possível de 3.500 a 4.300 quilômetros, ocorreu em julho de 2006, na costa leste do país comunista. O míssil se desgovernou e caiu após poucos segundos.

Especialistas dizem que a Coréia do Norte tem mais de 800 mísseis balísticos.

O jornal Rodong Sinmun, porta-voz do regime norte-coreano, disse em editorial na terça-feira que o regime vai incrementar seus instrumentos dissuasórios por causa de supostas ameaças norte-americanas.

(Reportagem de Jack Kim e Kim Jung-hyun)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.