Tamanho do texto

A Coréia do Norte retardou suas atividades de desarmamento nuclear, alegando que isso deveria ser feito quando chegar a ajuda de energia, declarou nesta terça-feira o enviado nuclear americano Sung Kim.

"Acredito que retardaram o processo. Alegaram a necessidade de sincronizar o desarmamento com a ajuda de energia", disse Kim à imprensa.

A Coréia do Norte deu um "importante primeiro passo" para a revelação de seu programa nuclear, afirmou o enviado especial americano ao retornar de Pyongyang com um relatório de 18.000 páginas.

lc/cl/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.