Coréia do Norte renova seu parlamento

Os norte-coreanos votaram neste domingo para eleger um novo parlamento, uma simples formalidade num país dominado por um partido único, controlado pelo Querido dirigente Kim Jong-Il, indicaram as agências locais.

AFP |

O pleito renovará a 12ª Assembléia Popular Suprema, instância esencial do poder na República Popular Democrática da Coréia (RPDC), segundo a imprensa oficial, citada pela agência de notícias sul-coreana Yonhap e pela chinesa Xinhua.

O resultado da votação não será exatamente uma surpresa, já que os candidatos - um por circunscrição - são designados pelo governo ou pelo partido único dos Trabalhadores.

A televisão local exibia imagens de soldados uniformizados usando as duas mãos para mostrar uma cédula de votação, depositando-a em seguida na urna, em um colégio eleitoral da capital, Pyongyang, onde está o próprio Kim Jong Il. Os militares disseram estar "votando por" Kim.

A agência oficial norte-coreana KCNA indicou que 93,1% dos eleitores registrados haviam comparecido às urnas até as 14H00 (05H00 GMT).

A eleição, no entanto, pode trazer uma mudança de ares para o regime comunista norte-coreano, um dos mais isolados do mundo.

Segundo o Instituto Estratégico para a Segurança Nacional, com sede em Seul, o pleito deste domingo pode ser o prelúdio à chegada ao poder de uma geração de tecnocratas e economistas, após anos de hegemonia militar.

jkw/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG