Coreia do Norte quer melhorar tecnologia de mísseis

A Coreia do Norte tenta aperfeiçoar sua tecnologia em termos de mísseis intercontinentais com o alegado lançamento de um satélite, afirma um analista sul-coreano.

AFP |

"Um lançamento com êxito significaria que a Coreia do Norte aperfeiçoou um lançador de mísseis intercontinentais. É razoável pensar que realizaram progressos desde o disparo de 1998", explica à AFP Sohn Young-Hwan, analista da Technovalue, especializada em questões de defesa.

"A Coreia do Norte não tem absolutamente nenhuma razão para ter um satélite", opinou.

O regime comunista provocou uma crise internacional em 1998 ao disparar um míssil de longo alcance Taepodong-1, que sobrevoou o Japão antes de cair no Oceano Pacífico.

Na época, Pyongyang também anunciou que teria testado um "lançador de satélites".

O regime comunista anunciou recentemente aos organismos de transporte internacionais que lançará em breve um foguete com o objetivo de colocar um "satélite de telecomunicações" em órbita.

O lançamento pode acontecer entre 4 e 8 de abril.

ckp/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG