Coréia do Norte propõe diálogo militar com os EUA, segundo jornal sul-coreano

Seul, 6 out (EFE).- A Coréia do Norte propôs na semana passada realizar conversas militares de alto nível com os Estados Unidos para debater sobre a paz e a segurança na península coreana, assegura o jornal sul-coreano Hankook Ilbo.

EFE |

A proposta aconteceu na semana passada durante a visita do máximo negociador nuclear americano, Christopher Hill, a Pyongyang a fim de reativar as negociações de seis lados para a desnuclearização norte-coreana.

De acordo com fontes diplomáticas de Seul citadas por esse jornal, a Coréia do Norte teria feito essa proposta a Hill através do general Ri Chan-bok, representante da missão norte-coreana na zona desmilitarizada de Panmunjom.

No entanto, Seul acredita que essas conversas militares entre Coréia do Norte e EUA não seriam factíveis sem a participação da Coréia do Sul, já que ambos os países estão inevitavelmente ligados desde o estabelecimento de um regime de paz na península.

Hill retornou na sexta-feira a Seul após terminar uma viagem de três dias à Coréia do Norte, onde se reuniu com seu colega norte-coreano, Kim Kye-gwan, e o ministro de Assuntos Exteriores, Park Ui-chun.

Christopher Hill pretende que a Coréia do Norte assuma algum mecanismo para verificar seu potencial nuclear, reivindicação americana à qual até agora se opôs.

A Coréia do Norte, ao contrário, acusou os EUA de não cumprirem seu compromisso de retirar o país da lista de países que patrocinam o terrorismo e desde meados de agosto deu passos para reativar o reator nuclear de Yongbyon. EFE ce/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG