Coreia do Norte prende quatro sul-coreanos que entraram ilegalmente no país

Seul, 26 fev (EFE).- A Coreia do Norte confirmou hoje que quatro cidadãos sul-coreanos foram detidos por entrar ilegalmente no país comunista, embora não tenha dado detalhes sobre as detenções, segundo a agência oficial norte-coreana de notícias KCNA.

EFE |

O Governo de Pyongyang assegurou que os quatro cidadãos entraram "recentemente" no país comunista de maneira ilegal e estão sendo investigados pelas autoridades competentes. Não foi informado em qual região do país eles foram detidos.

Entretanto, um funcionário do Ministério da Unificação sul-coreano citado pela agência sul-coreana "Yonhap" indicou que Seul não confirmou esta informação.

Recentemente, o regime norte-coreano libertou um missionário americano de origem coreana detido em dezembro após entrar na Coreia do Norte pela fronteira com a China.

O anúncio norte-coreano chega em meio aos esforços internacionais para retomar as negociações multilaterais sobre a desnuclearização, paralisadas desde o final de 2008.

Ontem chegou a Seul o enviado especial dos Estados Unidos para a Coreia do Norte, Stephen Bosworth, que estava na e China e vai tratar de retomar este diálogo, que tem a participação das duas Coreias, China, Japão, EUA, e Rússia. EFE ce/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG