Coreia do Norte pode voltar à lista de terroristas, diz Hillary

WASHINGTON - Os Estados Unidos podem colocar a Coreia do Norte de volta à lista de patrocinadores do terrorismo em resposta ao seu teste nuclear do mês passado, disse a secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, em uma entrevista neste domingo.

Reuters |

"Vamos analisar isso. Há um processo para fazê-lo. Obviamente, teríamos de ver evidências recentes de seu apoio ao terrorismo internacional", disse ela no programa "This Week with George Stephanopoulos", da rede ABC.

Indagada sobre ter evidências do apoio da Coreia do Norte ao terrorismo internacional, Hillary disse: "estamos começando a analisar isso. Não tenho uma resposta neste momento."

Os EUA retiraram a Coreia do Norte de sua lista de terroristas em outubro passado, buscando reativar as conversas de desnuclearização entre as seis nações envolvidas que foram encerradas.

A empobrecida nação comunista asiática foi retirada da lista após concordar com uma série de medidas de verificação de suas instalações nucleares, e foi condenada mundialmente desde seu desafiador teste nuclear realizado no último dia 25.

"Obviamente, eles foram retirados da lista por um motivo, e esse motivo está sendo frustrado por suas ações", disse Hillary.

Sair da lista significou para a Coreia do Norte ter maior acesso a recursos financeiros internacionais e ver algumas sanções de comércio removidas, benefícios que seriam revertidos, embora outras sanções tenham permanecido como resultado de seu primeiro teste nuclear em 2006.

Hillary disse esperar uma resolução contundente de novas sanções contra a Coreia do Norte por parte do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), com o apoio de China e Rússia, que anteriormente recuaram de tais medidas e têm direito de veto no conselho.

Leia mais sobre Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coreia do nortecoréia do norte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG