O Conselho de Segurança da ONU reagirá com firmeza após o teste nuclear subterrâneo anunciado na segunda-feira pela Coreia do Norte, mas não isolará o regime comunista, declarou uma fonte diplomática russa citada pela agência Interfax.

"A adoção de uma resolução dura pelo Conselho de Segurança da ONU é inevitável. A reação deve bastante séria porque está em jogo o prestígio do Conselho de Segurança", declarou um funcionário do ministério russo das Relações Exteriores.

"Não se trata de um bloqueio, de isolamento ou de cordões sanitários. A porta das negociações deve estar sempre aberta", completou.

Na segunda-feira, o Conselho de Segurança condenou o novo teste nuclear norte-coreano e decidiu preparar uma resolução que deve conter novas sanções contra o regime de Pyongyang.

neo/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.