Coreia do Norte lançou os mísseis para melhorar sua precisão, segundo Seul

Seul - A Coreia do Norte lançou os sete mísseis balísticos para melhorar a precisão de disparo de seus projéteis, segundo fontes do Governo de Seul, citadas pela agência sul-coreana Yonhap.

EFE |

"Cinco dos sete mísseis disparados ontem caíram na mesma área do Mar do Leste (Mar do Japão). Isso significa que a precisão dos mísseis norte-coreanos está melhorando", disse a fonte não identificada.

As autoridades sul-coreanas acham que a Coreia do Norte tem cerca de mil mísseis balísticos em seu arsenal, mas sua limitada precisão, medida por sua capacidade de erro circular (CEP, em inglês), não lhes permitia alcançar alvos de forma precisa, pelo menos até agora.

A capacidade de erro circular é o raio de um círculo imaginário ao redor do alvo no qual cairiam 50% das ogivas dos mísseis.

Seul calcula que os projéteis lançados ontem pela Coreia do Norte têm uma CEP de 1 ou 2 quilômetros, segundo fontes do Ministério da Defesa, citadas pela agência local de notícias.

Os sete mísseis do sábado voaram entre 400 e 500 quilômetros, embora o Governo de Seul disse ontem que os projéteis pareciam ser do tipo Scud ou Rodong, que têm um alcance médio de entre mil e 1.500 quilômetros.

Segundo as fontes oficiais, a Coreia do Norte teria manipulado os mísseis de ontem de forma deliberada para encurtar seu alcance e testar assim sua precisão.

"Três dos sete mísseis disparados tinham velocidade alta fora do comum que nos faz crer que se tratava de um Rodong, mas com uma distância de voo encurtada", disse o oficial do Governo.

Leia mais sobre: Coreia do Norte

    Leia tudo sobre: coréia do nortecoréia do suljapãomísseis

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG